sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Madonna fala sobre bullying: “nunca me senti integrada na escola”


“Ainda me sinto diferente. Eu era incrivelmente solitária durante a infância e adolescência, nunca me senti integrada na escola, não tinha nenhum grupo que eu pertencesse. Era a esquisitinha. Até que meu professor de balé, que era gay, me apresentou a outros grupos de pessoas, que me disseram que era OK ser diferente, o que fez, ironicamente, me sentir parte do mundo. Eu não consigo entender como os jovens hoje passam a adolescência toda sem ter com quem falar, alguém que eles tenham afinidade, que lhes diga e assegure que é normal ser quem eles são. Todo mundo tem que ter alguém em que possa confiar, seja ele seu pai, alguém da escola, um professor”, confessa a superdiva do pop Madonna no programa da Ellen Degeneres.

Madonna e Lola
Aliás, hoje ela tem uma filha de 14 anos, que a gente já conhece bem, a Lola, e conversa bastante sobre o assunto com ela. “Eu tenho uma filha adolescente e falamos muito sobre a importância de não julgar as pessoas por elas serem diferentes. Não julgar quem não se encaixa no padrão do que é considerado “cool” ou não. Pensar além dessa abordagem.”

Bullying e suicídios
“É impressionante o número de suicídios teens associados ao bullying. Saber que os adolescentes estão realmente tirando as suas próprias vidas, porque sofrem de bullying nas escolas é inconcebível”, disse a diva master do pop, Madonna, quando esteve no programa The Ellen DeGeneres Show.

Sobre encontrar a solução para o problema, Madonna acha que todo mundo deveria fazer a sua parte: “se você quer falar sobre soluções ou como resolver esse problema, tente passar um dia inteiro sem fazer nenhuma fofoca. E não só isso. Tente também ficar sem ouvir nenhuma fofoca por um dia. Você pode imaginar como seria esse seu dia? Quanto tempo livre você teria a mais? Acho que você também se sentiria muito melhor consigo mesmo”, disse a diva.

Críticas e comentários maldosos

Mas até hoje a Madonna tenta lidar com as críticas e os comentários maldosos, principalmente da mídia. “Tento não entrar na internet e ler o blog de alguém falando mal de mim. Grande parte da mídia fala mal dos artistas – seja a roupa, decisões profissionais, com quem está se relacionando. No geral, a mídia encoraja o bullying. Então não é uma surpresa que os jovens achem normal fazer bullying sobre qualquer assunto. Somos todos responsáveis por isso. Ainda mais com o poder da internet, que pode ser usada como uma grande ferramenta educativa por um lado, mas também pode ser muito destrutiva.”

A-do-ra-mos o conselho da Madonna, de ficar um dia sem fofoca! E vocês? Comentem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquise:

Poderá também gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Love

Ocorreu um erro neste gadget